Ameaça de Zika seria razão para a Disney esvaziar piscina abandonada no resort

RiverCountry4.jpg

O Walt Disney World está drenando e aterrando a piscina de seu antigo parque aquático River Country, há muito tempo fechado. A enorme piscina Plunge Upstream foi uma grande atração no parque aquático e agora está abandonada.

A área verde e branca em forma de um feijão na imagem do Google Earth é a piscina, que está muito perto dos ainda operantes Mickey’s Backyard BBQ e Pioneer Hall.

rivercountrygooglemaps.jpg

Embora cercas separem o parque aquático fechado do resto do Fort Wilderness, alguns exploradores conseguiram entrar e tirar algumas fotos sinistras da área abandonada.
Não se sabe o que será do resto do parque aquático abandonado, apesar de que boatos em 2010 indicaram que a área estava sendo explorada como um possível local para uma nova propriedade da Disney Vacation Club.

O River Country foi inaugurado em 19 de junho de 1976. Na década de 1980 o parque foi muito popular, mas depois que o Typhoon Lagoon inaugurado em 1989, o público diminuiu até que foi fechado permanentemente em 2001, com o declínio do turismo após o 11 de setembro.

A água parada na piscina pode ser um criadouro de mosquitos, conhecidos transmissores do vírus Zika. Houve recentemente casos registrados do vírus em Tampa, há poucos quilômetros de Orlando, fazendo com que a ameaça do vírus seja real na área de Orlando.

A Disney não fez nenhum pronunciamento oficial sobre o porquê da piscina ser aterrada, mas muitos têm especulado a ameaça Zika como a razão.

Fonte: WDW News Today

Obrigado por OrlandObservar!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s