Morte de menino em ataque de jacaré na Disney foi considerada acidente

os-lane-graves-20160616.jpg

Lane Graves se inclinou para pegar areia molhada e colocar em seu baldinho de plástico quando o jacaré atacou. A criança de 2 anos de idade queria construir um castelo de areia na praia do Disney’s Grand Floridian Resort & Spa depois que o cinema ao ar livre foi cancelado por causa do mau tempo.

De acordo com os relatórios divulgados, seu pai, que estava por perto com sua esposa e a filha de 4 anos de idade, ouviu um barulho na água e olhou a tempo de ver o jacaré agarrar a cabeça de Lane. Matt Graves pulou na água, puxando o focinho do jacaré em uma tentativa frustrada de libertar seu filho. Segundos depois, o jacaré puxou Lane pro fundo da água e ambos desapareceram na Seven Seas Lagoon.

A investigação sobre o ataque ocorrido em 14 de junho foi encerrada recentemente e concluiu que a morte de Lane foi um acidente. Os relatórios divulgados detalham o terror que a família de Nebraska viveu em suas férias e que os hóspedes do hotel testemunharam enquanto as equipes freneticamente tentavam salvar o garoto.

Pelo menos uma testemunha perdeu a consciência após o ataque, e as autoridades ofereceram serviços de aconselhamento para outra que permaneceu perturbada após mais de um dia.

Matt Graves também foi para o hospital por recomendação de equipes médicas de emergência, que viram que ele tinha vários cortes na mão por causa dos dentes do jacaré e arranhões no seu pé, afirma o relatório.

Um salva-vidas disse às autoridades que ouviu gritos e viu Matt Graves com sangue “em todo o lado direito de seu rosto e na mão direita”. O salva-vidas disse que, em seguida, viu a vítima e o jacaré na água a uns 4,5 a 8 metros da margem. O jacaré começou a se debater e, em seguida, ambos afundaram enquanto o jacaré arrastava o menino mais para dentro da lagoa.

Depois de procurar por cerca de 16 horas, as equipes encontraram o corpo de Lane intacto, não muito longe da margem onde o jacaré o agarrou, afirma o relatório. Um médico legista determinou que ele teve uma lesão traumática no pescoço e se afogou.

Pelo menos duas pessoas relataram a funcionários da Disney que tinham visto um jacaré na água antes do ataque.

Oficiais da Florida Fish and Wildlife Conservation Commission capturaram, examinaram e mataram seis jacarés durante a busca pelo corpo de Lane. Duas fêmeas, ambas de cerca de 2 metros de comprimento, foram apanhadas perto da praia, de acordo com um relatório também divulgado pela entidade. Foram procuradas evidências de um ataque, mas não foi encontrado nada conclusivo, embora se suponha que uma era a responsável, afirma o relatório. Ambas tinham estômagos vazios. Testemunhas descreveram um jacaré daquele tamanho.

“A vítima pode ter sido confundida com alguma presa normal do animal como um gambá, um tatu ou um guaxinim”, relataram as autoridades.

Desde o ataque, funcionários da Disney construíram largas paredes de pedregulho ao longo da praia da Seven Seas Lagoon, numa tentativa de manter os jacarés longe dos visitantes. Eles também colocaram placas de aviso de jacarés e cobras.

A família anunciou que não iria processar o resort.

Fonte: Orlando Sentinel

Anúncios

Obrigado por OrlandObservar!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s